Escolha uma Página

Marcelo Moreira


FOTO: REPRODUÇÃO/YOUTUBE



Uma banda punk por excelência, com mas com DNA do hard rock e até do heavy metal. O New Model Army nunca foi um grupo de fazer concessões, o que pode explicar a aura cult e o respeito que angariou nos meios underground de todo o mundo. 

Se respeito é um patrimônio a ser preservado, então assistir a um show da banda inglesa é obrigatório para quem gosta de som pesado e politizado. Por isso celebremos os 65 anos de Justin Sullivan, o guitarrista, vocalista e alma por trás da banda inglesa.

São mais de 40 anos de carreira e mais de 200 músicas divididas em 16 discos! São com estes impressionantes números,que o grupo segue como uma das maiores instituições dos anos 80. 

Formado na cidade de Bradford, o New Model Army surgiu na rica cena pós-punk da Inglaterra, que, entre o fim dos anos 70 e meados dos 80, revelou nomes como Joy Division, Killing Joke, Gang of Four, PIL e Bauhaus. 
Com letras poéticas, existencialistas e totalmente politizadas, Justin Sullivan tornou-se um dos grandes trovadores de sua época, tratando de temas como o isolamento, crises de geração e a falta de esperança da juventude na Inglaterra que vivia sob o jugo da primeira-ministra conservadora Margareth Thatcher.

Com o prestigio de acumular uma extensa discografia recheada de clássicos como “Vengeance”, “Ghost of Cain”, “Thunder and Consolation” e “The Love of Hopeless Causes”. Outros singles marcantes incluem “Purity”, “Stupid Questions” e “Living in the Rose”. Celebremos então.