Escolha uma Página

– O Andralls informa que o álbum “Andralls”, originalmente lançado em 2009, terá um relançamento especial em 10 de novembro. O material trará duas faixas bônus ao vivo gravadas em Santiago (CHI) em 2005, além de fotos inéditas e uma releitura da capa assinada pelo Artista Gustavo Sazes, que havia criado a arte original. “O CD, que sairá pelos selos Distro Rock Records e Feed Bizarre, virá em uma edição de luxo com slipcase, adesivo autografado pela banda e terá uma prensagem limitada a 666 cópias”, revelou o baterista Alexandre “Xandão” Brito. Segundo a banda, que atualmente promove “Bleeding For Thrash” (2019), a ideia deste relançamento se deu porque o disco estava fora de catálogo há um tempo.

– Após comunicar a saída do baterista e guitarrista do Attomica, a banda logo se recompôs. André Rod baixista, vocalista, fundador e líder, anunciou os novos integrantes. Quem assume as guitarras será Redbill e, para as baquetas, foi recrutado Marcelo Bozzó.

– A banda Bob do Rock disponibilizou a música “Hoje Não” em todas as plataformas digitais. A música inédita foi oficialmente lançada no dia 23 de agosto, através da coletânea Roadie Metal, que apresentou outras inúmeras bandas ao país em sua compilação digital que se encontra disponível em todas as plataformas de streaming. Confira:
https://open.spotify.com/track/3PsS0GIPx8B7tdKQ3sNxBH?si=Ca97mTL2SbS4chn4KV90Gw

– A banda de thrash metal Campo de Sangue lançou a versão ao vivo, em estúdio, da música “Atrás do Vento”. A faixa que em breve será oficialmente gravada pelo grupo. Confira o vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=GcxjNIfphu0 

– Enquanto a banda Crashkill promovia o álbum ‘Consumed by Biomechanics’ (2020), o vocalista Renato Ferreira, por motivos particulares, acertava a sua saída do grupo. Contudo, após participar de algumas jams, Idemar Senzuko (Ashes) assume o posto. “Depois de anos levantando a bandeira do metal, pra mim é uma honra fazer parte desta família. Darei o meu melhor para fazer um trabalho excelente“, declara Idemar. O novo vocalista da Crashkill passou por bandas como Faces of War, Fetus in Fetu e Viollen. Ou seja, já possui certa bagagem na cena cearense. “Ele veio ampliar as possibilidades, ajudar em novas direções que procuramos firmar no thrash metal”, informa o guitarrista Jean Pinheiro.