Escolha uma Página

 

– Fruto da nova safra de composições do Vanguart, o novo single, “O Amor é Assim”, marca a descoberta de uma veia autoral até então oculta do vocalista, violonista e trompetista Helio Flanders. “Depois de quatro álbuns eu tive vontade de escrever canções de um jeito que nunca tinha feito; no caso, contando histórias. Essa é a primeira delas e fala sobre o sentimento de paz dentro de uma relação, e de como às vezes procuramos o caos para acelerar o sangue dentro de nós, para viver coisas novas”, comentou, acrescentando que “para o romântico, a ausência de paz é a verdadeira paz, por isso o título e refrão ‘O Amor é Assim’”. A nova faixa, que já pode ser ouvida nos aplicativos de música, pela gravadora Deck, foi gravada um pouco depois da banda, formada por Helio Flanders (voz, piano e trompete), Reginaldo Lincoln (voz e baixo), Fernanda Kostchak (violino) e David Dafré (guitarra), lançar “Vanguart Sings Bob Dylan” (Deck), que presta tributo e relê parte da obra do lendário artista norte-americano. Essas sessões de gravação originaram também o single “Sente”, lançado em dezembro do ano passado. Ouça o single.

– Cantora e fenômeno na internet, Mariana Nolasco lança single “Era amor” em todas as plataformas digitais. A música, que conta a história do fim de seu relacionamento, foi apresentada pela primeira vez durante sua turnê pelo Brasil ano passado. A canção fará parte do segundo projeto autoral da cantora de 22 anos. “Era Amor” também ganhará clipe, que será lançado em seu canal no YouTube. E quem realizou o pré-save da música, concorria a chance de receber um trecho do clipe com exclusividade antes de seu lançamento oficial e também uma mensagem personalizada de Mariana. Confira “Era amor” aqui: https://bit.ly/32EGAbv

– Após o lançamento do primeiro single em agosto, a artista mineira radicada no Rio de Janeiro Mari Blue lançou seu quarto álbum de estúdio, “Entre”. Totalmente autoral, a obra traz à tona o perfil multifacetado da cantora, destaque na cena independente nacional nos últimos anos. Mari é responsável por todo processo criativo do disco, desde as composições (tendo parcerias com nomes como Mário Wamser, Puppi, João Bernardo e Roberto Callado) até a produção musical, direção artística, gravação, mixagem e execução da maior parte dos instrumentos. Produzido em meio à pandemia da Covid-19, a gravação contou com apoio do edital Cultura Presente nas Redes da SECEC-RJ.